Terça-feira, 15 de Maio de 2007

(re)começo

Sinto-me como se tivesse acordado de um pesadelo demasiado escuro para permitir que uma réstia de esperança permanecesse.

Talvez nem tanto pelo facto de tudo se estar a recompor, penso que seja por, aos poucos, começar a ver tudo de uma forma mais leve.

Finalmente permito-me respirar, o que antes me era praticamente interdito, penso que por estar demasiado envolvida na eloquência da tua perfeição.

Tenho a sensação de a cada dia estar a construir um novo pedaço de mim, mais sólido e mais estável do que nunca, como se nunca mais me pudesses abalar.

Sei que possivelmente é apenas uma ilusão criada pela vontade de voltar a viver, mas permito-me pensar que, possivelmente, me concedem essa liberdade, e finalmente, respiro liberdade.

Porque "Tudo vale a pena, quando a alma não é pequena".

 

Mary, 15 de Maio de 2007

sinto-me: viva
música: I only ask of god
tags:
publicado por Mary às 22:21

link do post | favorito
De Catz a 16 de Maio de 2007 às 21:39
e' isso.. e' ir em frente e nao~ olhar para tras =)
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A cor do Natal

. Fim da plenitude

. Sonhar

. Distância

. Reencontro

. Fim da ilusão

. Lembrança

. Refúgio de luz

. Talvez

. Máscara de vida

.arquivos

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Saudade

. Mundos opostos

. Anjo

.as minhas fotos

blogs SAPO