Quarta-feira, 28 de Março de 2007

Anjo

Anjo. Cheguei à conclusão de que é esta a palavra que melhor te qualifica, não só pelo branco puro que te descreve, mas também, e principalmente, porque de uma certa forma és tu que me proteges e me fazes chegar à razão. Anjo. Ajudas-me sem uma segunda intenção, apenas com o intuito de me fazer sentir melhor. Anjo. Porque me fazes bem.

Voltei a olhar as nossas recordações, as nossas memórias, os nossos momentos, a nossa felicidade que deixámos ultrapassar pelo tempo. São pedaços de nós gravados em cada palavra, em cada foto, em cada música, e são esses fragmentos do nosso passado que não nos deixam esmurecer. A cada dia que passa tenho mais certeza que nunca me abandonarás, porque deixaste uma parte do teu ser caravado na minha alma e ajudaste a construir esta nova pessoa em que me tornei depois de ti. Permanecerás sempre em mim, nem que seja numa lembrança, num sonho, numa ténue esperança de sermos nós, para sempre.

Sei que nunca me abandonarás, meu anjo, que aos poucos, tornas o meu mundo rosa choque, outra vez.

                                                                                                        Mary, 28 de Março de 2007

sinto-me: protegida
música: angel of mine
tags:
publicado por Mary às 17:35

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 27 de Março de 2007

Sem sentido

Ontem regressei à escuridão de uma vida sem sentido, senti-me mal, muito mal, acho que já não me lembrava como era sentir-me assim. Falei com quem melhor me compreende mas a dor continuou e, mais uma vez, o meu recurso foi o caderninho rosa choque:

"Só queria poder acordar e perceber que está tudo bem, acordar com uma certeza, com um objectivo, com uma razão para a minha vida. Nada corre bem, nada é como sonhamos e o que é como sonhamos rapidamente acaba. O mundo não é belo, é triste, é escuro, é frio, é feio.

Sinto-me mal, envolvida por uma tristeza que me sufoca, uma tristeza opaca que não deixa entrar a luz... procuro um sentido, uma razão, não encontro, penso mais um pouco, revejo todos os momentos felizes e apenas constato que nenhum deles pode voltar, que nenhum deles pode ser revivido.

Sei que nunca mais te vou ter aqui para me protegeres e garantires que nada de mau acontecerá. Desapareceste. Nunca mais me vais contar uma história, nunca mais me vais chamar de "a minha bonequinha", nunca mais me vais dizer "quero-te tanto bem Nininha", morreste. Precisava de ti aqui para me ajudares a lidar com ela, precisava de ti aqui para me amparares, precisava de ti aqui, da tua sensatez. Tenho saudades tuas, recordo-te da melhor maneira, meu pintor careca.

Relativamente a ti, ajudste-me a crescer. Contigo descobri o amor, o verdadeiro amor, eras a essência da minha vida, o verdadeiro significado. Tudo isso acabou, tive de reaprender a viver, tornei-me uma pessoa diferente, MELHOR, PIOR? não sei, apenas diferente. Não vou esquecer a nossa história, não posso arrancar a página e fingir que foste só mais um. NÃO! Não foste mais um, foste o ÚNICO! Talvêz seja por isso que não consigo lidar com esta situação.

Quanto a ti, mais uma vez presenciei a tua decadência, és insuficiente para ti mesma. Apenas vou recordar aquele riso de criança, aquele amor infantil que se transforma a cada dia que passa, e, quando penso na "Mamã", já não vejo a mesma pessoa.

Apenas quero o meu mundo rosa choque outra vez! Vou esperar... mas o tempo foge-me e eu ainda tenho tanto para viver...!

                                                                                                                                        27/3/2007 00:57"

São estas as palavras gravadas no meu caderninho rosa choque, numa noite em que, não havia significado.

                                                                                                              Mary, 27 de Março de 2007
sinto-me: presa
música: Essência
tags:
publicado por Mary às 11:33

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A cor do Natal

. Fim da plenitude

. Sonhar

. Distância

. Reencontro

. Fim da ilusão

. Lembrança

. Refúgio de luz

. Talvez

. Máscara de vida

.arquivos

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Saudade

. Mundos opostos

. Anjo

.as minhas fotos

blogs SAPO